Saiba mais sobre a gastrectomia vertical

Saiba mais sobre a gastrectomia vertical

Procedimento cada vez mais adotado entre os profissionais que realizam cirurgia bariátrica, a gastrectomia vertical baseia-se na retirada de parte do estômago, incluindo-se a que é responsável pela produção do hormônio grelina (fundo gástrico), também conhecido como “hormônio da fome”. Por isso, o paciente que realiza uma gastrectomia vertical sente menos vontade de comer. Além disso, a capacidade de armazenamento do estômago também diminui, fazendo com que o paciente se sinta saciado com uma quantidade menor de alimentos.

Como é feita a gastrectomia vertical

A cirurgia pode ser feita por videolaparoscopia, de forma menos invasiva. O cirurgião faz uma incisão na vertical e retira parte do estômago. Com isso, remove-se cerca de 80% do órgão, que passa a ter capacidade de 200 – 250 mililitros no máximo e o fluxo normal dos alimentos é mantido.

Cuidados antes e depois da gastrectomia vertical

Pré-operatório

O paciente que realizará uma gastrectomia vertical precisa se submeter a uma série de exames. Além disso, é imprescindível o acompanhamento psicológico, uma vez que esta é uma cirurgia irreversível é fundamental que o paciente esteja ciente das alterações que a gastrectomia exigirá em seu estilo de vida, além do equilíbrio entre suas expectativas e o resultado.

Pós-operatório

A perda de peso após a cirurgia é gradual, e a recuperação completa leva de seis meses a um ano. Para que esse período de recuperação transcorra sem problemas, o paciente deve adotar algumas mudanças em seu estilo de vida, como seguir uma dieta indicada por nutricionista, iniciar ou retomar a prática de atividades físicas assim que for permitido pelo médico e prosseguir com o acompanhamento psicológico.

Diferenças entre a gastrectomia vertical e o bypass gástrico

Apesar das semelhanças, não se deve confundir a cirurgia de gastrectomia vertical com o bypass gástrico. Os dois procedimentos envolvem uma grande redução do tamanho do estômago, no entanto, no bypass gástrico o alimento é desviado e não passa por uma longa extensão do intestino , reduzindo-se assim sua absorção.

Conheça a Clínica Dr. Carlos Eduardo Canarim, no Rio de Janeiro

Como qualquer cirurgia bariátrica, a gastrectomia vertical só deve ser realizada por cirurgiões capacitados, membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM). Aqui na Clínica Dr. Carlos Eduardo Canarim, clínica de cirurgia bariátrica no Rio de Janeiro, você encontra profissionais capacitados para realizar o procedimento, além de uma equipe multidisciplinar composta por nutricionista, endocrinologista e psicólogo para realizar o acompanhamento pré e pós-cirúrgico. Faça-nos uma visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *