Parar de fumar contribui para o ganho de peso?

Parar de fumar contribui para o ganho de peso?

Uma das grandes dúvidas dos fumantes que desejam abandonar o tabagismo é se parar de fumar realmente contribui para o ganho de peso. A resposta para essa questão é: sim!

Um estudo publicado no periódico British Medical Journal revelou que o ganho médio de peso para um ex-fumante é de, pelo menos, 4 quilos no primeiro ano. Isso acontece por causa da ausência da nicotina no organismo, uma substância que é reconhecidamente aceleradora do metabolismo e inibidora do apetite.

Apesar de não ser uma realidade agradável, os médicos são unânimes ao dizerem que o ganho de peso é absolutamente menos prejudicial à saúde do que a manutenção do vício no cigarro. Ou seja, você pode até ganhar alguns quilos extras ao parar de fumar, mas também estará ganhando muito mais saúde, longevidade e qualidade de vida!

Além disso, com o tempo e com a adoção de uma rotina saudável, com alimentação balanceada e exercícios físicos, é possível perder os quilos obtidos ao parar de fumar, voltar à forma física e ainda ter muito mais bem-estar, se livrando de todos os prejuízos causados pelo cigarro de forma definitiva.

Ganho de peso: uma barreira para quem quer parar de fumar

Muitas pesquisas já indicaram que o ganho de peso é uma das principais causas que desencorajam as pessoas a pararem de fumar. Todos têm medo de engordar e, por isso, acabam mantendo o cigarro no dia a dia.

É importante dizer que esse comportamento não contribui em nada e atrasa um processo que poderia trazer vários benefícios para a saúde. Encarar o ganho de peso, sabendo de todas as vantagens que virão posteriormente, é necessário e urgente para os fumantes. A nicotina é a substância que mais causa dependência e se livrar desse vício não tem preço!

Saiba que o cigarro é responsável por grande parte das mortes prematuras que ocorrem no mundo. No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 428 pessoas morrem por dia por causa do tabagismo. Você não vai querer fazer parte dessa estatística, não é mesmo?

Como minimizar o impacto do ganho de peso ao parar de fumar?

O tabaco aumenta os riscos de doenças cardiovasculares, doenças crônicas, doenças respiratórias e câncer. Abandonar este vício é se livrar de uma droga lícita que vai matando o indivíduo de forma lenta e progressiva. Portanto, parar de fumar é uma grande vitória!

Para minimizar os efeitos do ganho de peso, é preciso conciliar o processo de abandono do cigarro com a criação de uma rotina mais saudável, com a prática diária de atividades físicas e a melhora da dieta alimentar.

Além disso, é preciso buscar técnicas de relaxamento, meditação e autocontrole que evitem que a ansiedade pela ausência da nicotina seja descontada nos alimentos. Confira mais algumas dicas:

  • Consulte um nutricionista e peça um plano alimentar;
  • Controle seus impulsos alimentares;
  • Fracione os alimentos;
  • Evite bebidas e alimentos que lembrem o hábito de fumar;
  • Se necessário, use adesivos e gomas de mascar com nicotina para controlar a ansiedade e evitar que os sintomas da abstinência te façam engordar muito ou recair;
  • Faça exercícios aeróbicos.

Lembre-se que, ao parar de fumar, você terá mais disposição, sua pressão arterial ficará mais controlada, sua função pulmonar vai melhorar muito, você poderá praticar exercícios físicos sem sentir falta de ar e sua saúde será restabelecida.

Caso precise de ajuda para parar de fumar, busque atendimento multidisciplinar. Na Clínica do Dr. Canarim, no Rio de Janeiro, você vai encontrar um time de especialistas, com psicólogo, nutricionista, endocrinologista e cirurgião bariátrico e metabólico, com os tratamentos mais modernos para quem precisa emagrecer!