Endocrinologista: importante no pré e no pós-operatório da cirurgia bariátrica

Endocrinologista: importante no pré e no pós-operatório da cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica é uma operação que pode trazer ganhos significativos para a saúde e bem-estar de quem a faz. Os números demonstram isso: segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), entre 2011 e 2018, o número de pessoas que optaram pela cirurgia cresceu 85%.

 

Contudo, é fundamental um olhar multidisciplinar a respeito da saúde do indivíduo, para garantir que tudo esteja em ordem. O endocrinologista é um dos principais membros desta equipe, responsável por avaliar se o paciente reúne as condições clínicas necessárias para a realização do procedimento. E posteriormente, o profissional tem papel de destaque na manutenção dos resultados obtidos.

 

Neste texto blog, falaremos sobre o seu papel nas etapas de pré e pós-operatório. 

 

Como o endocrinologista avalia o paciente?

É responsabilidade do endocrinologista detectar e acompanhar possíveis comorbidades que possam interferir nos resultados da cirurgia, tais como: 

  • Alterações na tireoide, como hipotireoidismo ou hipertireoidismo;
  • Disfunções da hipófise ou das glândulas adrenais, relacionadas à doença ou síndrome de Cushing;
  • dislipidemia (aumento do colesterol e/ou triglicerídeos);
  • gota (alteração metabólica que promove a elevação do ácido úrico).
  • Alterações metabólicas relacionado ao pâncreas, como diabetes tipo 2;
  • Distúrbios da secreção hormonal ovariana, causada pela menopausa ou pela síndrome de ovários policísticos;

 

É fundamental que pacientes que possuam disfunções endócrino-metabólicas mantenham as patologias citadas sob controle, para a garantia de um pós-operatório adequado. Em resumo, a presença de alterações hormonais não  é um impeditivo para a realização da cirurgia bariátrica, porém ter o diagnóstico e acompanhá-las desde o pré-operatório contribui de forma expressiva para o tratamento.

Papel do endocrinologista no pós-operatório

 

Tão importante quanto uma cirurgia bem-sucedida é o acompanhamento durante o pós-operatório, período que pode ser bastante delicado para algumas pessoas por significar uma mudança radical em seus hábitos alimentares e estilo de vida. 

Nesta etapa a missão do endocrinologista, ao lado de nutricionista e psicólogo, é orientar esta jornada do paciente na conquista de bons resultados e melhoria em sua saúde. 

Entre as suas várias atribuições, estão: 

  • Prescrever e dosar todos os medicamentos necessários no pós-operatório;
  • Acompanhar com atenção possíveis mudanças no metabolismo do paciente;
  • Solicitar exames de rotina para avaliar questões como a glicemia, colesterol e níveis hormonais;
  • Dar suporte no controle do peso.

Conclusão

O objetivo deste texto foi apresentar os papéis desempenhados pelo endocrinologista ao longo de todo o processo de uma cirurgia bariátrica. Como vimos, a presença deste profissional na  equipe é importante, não apenas por diagnosticar problemas endócrino-metabólicos que interfiram na indicação e realização do procedimento, mas também por contribuir na detecção e tratamento de questões clínicas que podem atrapalhar os resultados do pós-operatório. 

 

Sobre a Clínica Dr. Canarim

 

A Clínica Dr. Carlos Canarim, especializada em Cirurgia Bariátrica e Metabólica no Rio de Janeiro, fica situada na Barra da Tijuca e possui um corpo clínico completo para auxiliar seus pacientes, incluindo apoio emocional por meio de psicólogo.  

Saiba mais acessando o nosso site neste link!