Doenças Gastrointestinais: o que são?

Doenças Gastrointestinais: o que são?

Simplificando o que são doenças gastrointestinais, podemos explicar que
elas acometem os órgãos do sistema digestivo, como estômago, intestino,
entre outros; além dos órgãos acessórios da digestão, como o pâncreas, o fígado e a vesícula.

Mas quais são os principais sintomas das doenças gastrointestinais?

Elas são acompanhadas de dores em órgãos do sistema digestivo. Para procurar um diagnóstico, a melhor opção é a consulta com o médico especializado.

As principais doenças gastrointestinais

As doenças mais comuns podem começar com prisão de ventre, indigestão, refluxo gastroesofágico, síndrome do intestino irritável e gastrite. Um clínico geral deve ser consultado como primeira opção em todos os casos. Em seguida, vem o atendimento e confirmação do diagnóstico com o especialista da área de gastrenterologia.

Dentro da gastrite, podemos destacar, por exemplo, que ela é uma doença de perfil inflamatório, que se manifesta ao acometer a camada de tecido localizada mais superficialmente no revestimento do estômago, conhecida como mucosa gástrica. A gastrite pode se apresentar em uma condição aguda, com duração de várias horas ou dias; ou de forma crônica, com a ocorrência recorrente da gastrite aguda.

Tenho doenças gastrointestinais, e agora?

A seguir destacamos uma lista de dicas para você amenizar as doenças
gastrointestinais. Lembrando que, independentemente de todas as dicas, a
principal orientação é a busca de um atendimento médico especializado.

Dicas para melhorar seu problema

O primeiro ponto é o intervalo das refeições. Você é daqueles que não toma café da manhã e vai direto almoçar lá pelas 12h? Tome cuidado!
Ou você é daqueles que depois do almoço só vai procurar o jantar lá pelas 20h? Pois saiba que o estômago vazio em intervalos muito grandes de tempo contribui muito para as doenças gastrointestinais.

A explicação médica é que os sucos gástricos são produzidos pelo estômago mesmo quando não estamos comendo. Ou seja, se ficamos com o estômago vazio, ele se acumula e pode causar irritação. Quando você se alimenta com regularidade e nos tempos corretos, você tem o sistema digestivo funcionando normalmente.

Outra dica importante para evitar doenças gastrointestinais é usar roupas
bem folgadas. Ou seja, nada de cinto muito apertado. Dica principalmente
para as mulheres. Sabe aquele cinto apertadinho na cintura? Então, essa roupa apertada pode prejudicar o seu estômago e acabar obrigando a comida a voltar para o esôfago junto com os ácidos gástricos, o que causa azia e ainda refluxo.

Voltando a falar sobre alimentação, nunca é válido comer muito durante uma das refeições. A melhor opção é deixar os intervalos contínuos e comendo de forma adequada. Ao comermos em excesso durante uma refeição, nós tornamos o processo de digestão mais demorado.

Por fim, nossa última dica é algo que ouvimos muito dos nossos avós e pais: “meu filho, por favor, beba água”. Beber pelo menos 2 litros de água por dia é essencial para você conseguir digerir melhor os alimentos e se manter
hidratado durante todo o dia. Quem não bebe água não vai conseguir ter a
digestão de forma correta dos alimentos e terá, sem dúvida, problemas como
doenças gastrointestinais.

Doenças em idosos

Após os 50 anos de idade, o estômago e os intestinos passam a produzir menos sucos digestivos. Isso resulta na diminuição da velocidade da digestão. O suco gástrico também fica menos ácido e há o esvaziamento mais lento do estômago. Somando tudo isso com a diminuição do fluxo de sangue para o aparelho digestivo do corpo humano, há uma perda progressiva da capacidade de boa digestão.

São por estes motivos que vemos na terceira idade um alto número de pessoas com doenças desse tipo. As dicas acima, com a alimentação e outros cuidados do dia a dia, são recomendadas também para os idosos se cuidarem contra os problemas gastrointestinais. Envelhecer com saúde é saber cuidar do nosso corpo da melhor forma possível e também da nossa alimentação.

A Clínica Dr. Carlos Eduardo Canarim, clínica de cirurgia do aparelho digestivo no Rio de Janeiro, conta com cirurgião, endocrinologista, nutricionista e psicólogo para melhor atender e compreender cada caso individualmente. Agende uma consulta.