5 dicas para comer fora de casa

5 dicas para comer fora de casa

Comer fora de casa todos os dias vem se tornando, cada vez mais, a realidade de muitos brasileiros, seja por falta de tempo para cozinhar ou pela facilidade. Porém, ao mesmo tempo que esse hábito pode ser uma ajuda por ser muito rápido, pode também se revelar uma armadilha para a sua alimentação.

É preciso ficar atento para não se viciar em fastfoods, e nem tratar a alimentação como uma obrigação. Para isso, existem alguns hábitos simples que podem deixar essa tarefa bem mais fácil:

Troque o prato de comida pelo de sobremesa

Não é para você substituir o almoço por um doce, mas sim para utilizar o prato de sobremesa para se servir no almoço. Assim, você não vai ficar tentado a preencher todo o espaço daqueles pratos de almoço enormes dos restaurantes.

Utilize a regra das 5 cores

Em restaurantes, tente montar um prato colorido. Nutricionistas sugerem a presença de pelo menos 5 cores no prato, e as principais são verde, laranja, vermelho, roxo e branco. Quanto mais colorido, mais nutritivo seu almoço vai ser.

Não pule os “lanchinhos”

Mesmo na rua é importante comer de 3 em 3 horas, caso contrário é provável que você exagere nas refeições principais. Se no seu trabalho existe uma geladeira, leve iogurtes, granola e frutas, por exemplo. Se não tiver, arme sua bolsa com barrinhas de cereal e biscoitinhos. O importante é não deixar de realizar essas refeições.

Beba água

Às vezes, sentimos como se estivéssemos com fome quando, na verdade, é só desidratação. Por isso é importante beber água várias vezes durante o dia, mesmo sem sentir vontade. Além de dar sensação de saciedade, a água ainda traz diversos benefícios para todo o seu corpo.

Coma em um lugar tranquilo

Não coma na frente do computador e fuja de praças de alimentação lotadas. Mesmo que você só tenha 15 minutos, saboreie e mastigue devagar para aproveitar melhor os nutrientes e ficar saciado com menos quantidade.

Visite um nutricionista

Seguir essas dicas pode facilitar uma alimentação mais saudável fora de casa, mas uma dieta de reeducação alimentar precisa ser supervisionada por um nutricionista. Só um profissional pode guiar você por um caminho saudável e sem sustos.

Na Clínica Dr. Carlos Eduardo Canarim, clínica de cirurgia bariátrica no Rio de Janeiro, você encontra apoio nutricional, a fim de lhe dar as melhores dicas e alertas, para você conseguir atingir seus objetivos – e mantê-los – da melhor maneira possível. Entre em contato e venha conversar conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *