A importância do acompanhamento nutricional pré e pós-cirurgia

A importância do acompanhamento nutricional pré e pós-cirurgia

Antes da cirurgia, é necessária a avaliação do paciente com um nutricionista para identificar seus hábitos alimentares, pontuando possíveis deficiências pré-existentes.

Para tal, devem ser feitos exames laboratoriais, avaliações antropométricas (peso, altura, dobras cutâneas e circunferências corporais) e anamnese alimentar (avaliação do consumo alimentar).

Com isso, será possível minimizar o risco cirúrgico, através de um planejamento alimentar que proporcione redução do peso corporal e visceral, além de tratar deficiências nutricionais. A perda de peso no pré-operatório é importante e deve ser em torno de 5 a 10%.
Nesse momento, é fundamental a conscientização do paciente quanto à necessidade da mudança do estilo de vida, com a reeducação alimentar e o acompanhamento nutricional pós-cirúrgico para a redução do risco de complicações inerentes à cirurgia. Esse processo é importante para o sucesso pós-operatório.

O acompanhamento no pós-operatório é obrigatório e indispensável, observando-se a progressão gradativa da dieta (líquidos claros, líquida, semilíquida, pastosa, branda e normal), bem como o volume da mesma.
A atuação do nutricionista pode evitar eventuais deficiências nutricionais decorrentes da redução do volume do estômago, com consequente diminuição ingestão alimentar e redução da absorção de nutrientes. Para corrigir possíveis deficiências, utiliza-se a suplementação de vitaminas, minerais e proteínas.

Ter disciplina para seguir as orientações é fundamental, pois ela é a maior aliada para atingir seu peso ideal com segurança. A cirurgia é apenas uma das ferramentas utilizadas para atingir os objetivos de redução do peso, melhora das comorbidades e retomada da saúde física, mental e emocional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *