Cirurgia Bariátrica e Metabólica

PROCEDIMENTOS

PROCEDIMENTOS


Cirurgia Bariátrica e Metabólica

Procedimento cirúrgico que altera a anatomia do trato digestivo com o objetivo de redução do peso e co-morbidades à ele associadas. Atualmente, o critério de avaliação para cirurgia bariátrica ainda se baseia no índice de massa corpórea IMC= P/A² , que é peso / altura ².

Pacientes com IMC entre 35 – 39,9 necessitam apresentar outras alterações clínicas associadas à obesidade para serem candidatos a cirurgia. Os que possuem índice iguais a 40 ou acima, tem sua indicação pelo IMC mesmo sem apresentarem co-morbidades associadas, porém ambos necessitam a avaliação obrigatória e indispensável de toda equipe.

Empregamos na cirurgia bariátrica e metabólica, popularmente conhecida como cirurgia de redução de estômago, emprega técnicas reconhecidas e autorizadas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

A cirurgia também tem atuado no melhor controle do diabetes. Por esta razão, nos últimos anos, o conceito de cirurgia metabólica foi incorporado à nomenclatura da operação.

Dependendo da necessidade ou das particularidades de cada paciente, o médico cirurgião pode recorrer a uma das técnicas para a realização da cirurgia bariátrica. Até as recentes evidências científicas do complexo mecanismo da redução de peso, os procedimentos são definidos como restritivos, disabsortivos e mistos.

Os restritivos são capazes de diminuir a quantidade de alimentos que o estômago consegue suportar. Ou seja, esse tipo de intervenção faz com que o paciente se sinta satisfeito comendo menos do que antes.

Os disabsortivos resultam numa redução no quanto o intestino é capaz de absorver. Com isso, o paciente consegue chegar a até 40% do peso original. Porém, como o corpo também não consegue absorver adequadamente nutrientes importantes, é essencial que haja um rígido controle acerca de distúrbios nutricionais e afins.

Por fim, as técnicas mistas são aquelas bem menos impactantes, pois possuem um grau de restrição pequeno e curto desvio do intestino, com uma ligeira redução de capacidade de absorção dos alimentos.

Atualmente a Gastrectomia Vertical é a mais realizada , passando o Bypass Gástrico. No Duodenal Switch assim como na Gastrectomia Vertical , o estômago é parcialmente retirado. E por último , em desuso, a Banda Gástrica ajustável.

AGENDE A SUA CONSULTA